Buscar
  • portalbuglatino

Poesia perdida, amor encontrado


Encontros e desencontros. Procurando me encontrar nas palavras ou no amor. Abertamente falar de me perder e não saber de mim ou de te procurar e tudo encontrar.


1. Poesia indicada pelo Bug Latino


“Passeio”


“De um exílio passado entre a montanha e a ilha

Vendo o não ser da rocha e a extensão da praia.

De um esperar contínuo de navios e quilhas

Revendo a morte e o nascimento de umas vagas.

De assim tocar as coisas minuciosa e lenta

E nem mesmo na dor chegar a compreendê-las.

De saber o cavalo na montanha. E reclusa

Traduzir a dimensão aérea do seu flanco.

De amar como quem morre o que se fez poeta

E entender tão pouco seu corpo sob a pedra.

E de ter visto um dia uma criança velha

Cantando uma canção, desesperando,

É que não sei de mim. Corpo de terra.”


Hilda Hilst


2. Poesia indicada por Maria Lúcia Levert


"Eu q’ria ser camponesa;

Ir esperar-te à tardinha

Quando é doce a Natureza

No silêncio da devesa,

E só voltar à noitinha…

Levar o cântaro à fonte

Deixá-lo devagarinho,

E correndo pela ponte

Que fica detrás do monte

Ir encontrar-te sozinho…

E depois quando o luar

Andasse pelas estradas,

D’olhos cheios do teu olhar

Eu voltaria a sonhar,

P’los caminhos de mãos dadas.

E depois se toda a gente

Perguntasse: “Que encarnada,

Rapariga! Estás doente?”

Eu diria: “É do poente,

Que assim me fez encarnada!”

E fitando ao longe a ponte,

Com meu olhar cheio do teu,

Diria a sorrir pro monte:

“O cant’ro ficou na fonte

Mas os beijos trouxe-os eu…"


Florbela Espanca

34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo