top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

Poesia Livre


Família, irmãos

Memórias e riquezas do coração

Liberdade para todos

Pois cada um sabe de si

Cada um com seus passos

Chega de grilhões que eu quero passar

Com minha cor, meu gênero, meu povo


“Irmão”


“É a ponte que atravessa

a estrada percorrida

e nos transporta de volta

lá pro começo da vida.

Irmão é a segurança

de que o tempo de criança

jamais será esquecido.

Basta um gesto, um olhar

pro coração recordar

de tudo que foi vivido.”

Bráulio Bessa


“Livre”


“Livre! Ser livre da matéria escrava,

arrancar os grilhões que nos flagelam

e livre penetrar nos Dons que selam

a alma e lhe emprestam toda a etérea lava.


Livre da humana, da terrestre bava

dos corações daninhos que regelam,

quando os nossos sentidos se rebelam

contra a Infâmia bifronte que deprava.


Livre! bem livre para andar mais puro,

mais junto à Natureza e mais seguro

do seu Amor, de todas as justiças.


Livre! para sentir a Natureza,

para gozar, na universal Grandeza,

Fecundas e arcangélicas preguiças.”


Cruz e Sousa (1861-1898)

Poeta considerado como a maior expressão poética do Simbolismo

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page