Buscar
  • portalbuglatino

Poesia do respeito


É preciso amor, é preciso respeito

Pelos lugares, pela natureza

Pelas pessoas

Por todas as pessoas

De novo, para sempre


1. Poesia indicada pelo Bug Latino


“O rio Amazonas”


“Amazonas,

capital das sílabas d'água,

pai patriarca, és

a eternidade secreta

das fecundações,

chegam-te rios como pássaros.”


Pablo Neruda


2. Poesia indicada por Maria Lúcia Levert


Poema da mulher


"Amo a beleza clara e justa da mulher.

Amo o que nela arde a sua pele serena

o corpo liso a cabeça pousada na mão.

Amo o sorriso por vezes triste o modo

como me olha entre a dúvida e o amor.

Sobretudo amo-a por a ouvir dizer-me

olá e depois é como se a voz abrisse um

caminho entre a minha e a vida dela.

Então tudo em mim lhe comunica um mundo

que estando do lado de cá passa para

o centro dela e fica dentro da sua alma.

Amo-a afinal toda e inteira e desperta

ou adormecida no íntimo do continente

ou na parte mais alta de qualquer ilha.

A mulher que eu amo é um ser de partida

que de vez em quando regressa à minha mão.

Ela não sabe mas há em mim uma maneira

de ir com ela e uma outra de a esperar.

Parto no navio alto e branco do seu ser

espero-a à chegada do vento que a anuncia

presente sentada na bainha da minha alma."

João de Melo

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo