top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

Poesia de Pedra


Fotografia de Dorothea Lange (1985 - 1965)

Pedra

Dureza dos dias

História que fica

As rugas da Terra

As rugas da vida


“Estas Pedras”


“Ruínas

assim dispostas levam séculos a

conseguir (incêndios

e terramotos mostraram idêntico afã e

rigor na

construção) o lugar de

cada pedra cuidadosamente escolhido

pela regra

do azar (há capitéis pelo chão

numa macedónia de estilos

pousados

na própria sombra). Uma antologia de pedras é

bem matéria para

sombras (o próprio tempo se detém quando

coincide com o espaço)

Seria uma

quase heresia mudar estas pedras de sítio

sem a autorização do tempo

o arquiteto do acaso.”


João Luis Barreto Guimarães

Prémio Pessoa de 2022


“DIZ O AVÔ”


“Tens cabelos brancos.

Mas porquê, avô?

Caiu muita neve

na estrada onde vou.


Tens rugas na face.

Mas porquê, avô?

Bateu muito sol

na estrada onde vou.


Tens olhos baços.

Mas porquê, avô?

Pousou nevoeiro

na estrada onde vou.


Tens calos nas mãos.

Mas porquê, avô?

Parti muita pedra

na estrada onde vou.


Tens coração grande.

Mas porquê, avô?

Nele mora a gente

que por mim passou.”


Luísa Ducla Soares

42 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page