top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

“O Resgate de Ruby” / “Rescued by Ruby” (Netflix, 2022)


“Baseado numa história real” é mais que uma frase, pra mim. Eu costumo mesmo adorar filmes baseados em histórias reais e O RESGATE DE RUBY não foi diferente. Passei anos sem chegar perto de filmes com cachorros, depois que minha loba Elecktra se foi. Agora, pouco a pouco, se o cachorro não sofrer, não morrer, não adoecer, eu enfrento a jornada - e nesse caso eu amei o resultado.


Grant Gustin faz um hiperativo que tem tudo a ver comigo. Ficar quieta é uma missão difícil pra mim, mesmo já usufruindo dos benefícios dos idosos. Ser um hiperativo, com um cachorro hiperativo e disperso foi sensacional de ver.


O filme é inspirador, você sai mais corajoso para enfrentar suas dificuldades, acreditar em si mesmo e só isso já valem os 90 minutos – estamos num momento do mundo onde todos parecem ter medo da Inteligência Artificial, que foi inventada pra nos ajudar. Tudo muito estranho e inseguro e ansioso...


Tem muita aventura, você se diverte o tempo todo, as famílias deveriam ver juntas, conversarem sobre enfrentar dificuldades e, depois, aproveitarem o momento para criarem novos – de conversa, de troca de experiências, de como as perdas nos ensinam a ganhar e de como perder não nos leva a desistir, mas a melhorar, por exemplo.


Ah, o bebê é a coisinha mais simpática que eu já vi - ou seja, nada deve demover uma família de assistir ao filme: seja pelo amor entre humanos e cachorros, seja pela aprendizagem que os erros nos dão, seja pela confiança que precisamos desenvolver pelas pessoas. Tudo é filme, tudo é exemplo e tudo é lindo de se ver.

Ana Ribeiro, diretora de cinema, teatro e TV


Que história tão bonita. Baseada na vida real de um homem que foi salvo pela mulher e pela cachorra. Disléxico e hiperativo, enfrentou imensas barreiras sociais e (des)humanas. A sua paixão pela profissão, a sua insistência, a sua dedicação, são exemplos incríveis de que se pode tudo. Nos momentos difíceis sempre teve o apoio da mulher, que sabia muito bem que ele era muito mais do que suas dificuldades em se encaixar nas regras rígidas da sociedade e do mundo do trabalho. E, uma cachorra igualmente desalinhada das regras, inquieta, mas com um coração e uma entrega aos outros igual ao dono – e a magia acontece. Tão fácil viver, não é? Lindo filme, lindo exemplo. Dá vontade de sair correndo adotar uma cachorra num abrigo e passar o dia treinando com ela para ajudar quem precisa – para ser resgatista. Ou apenas para ter um lar.

Muitas mensagens. Podemos ser quem queremos ser: humanos e cachorros. Precisamos aprender a confiar em nós. Precisamos aprender a confiar nos outros. A vida dá muitas voltas. Fazer o bem, tem retorno e quando isso acontece, é soberbo.

É mais lindo ainda o filme por sabermos que tudo aconteceu na vida real – baseado sabemos, mas o principal está ali.

Excelentes atores, um filme lindo para todas as idades, credos. As crianças precisam ver e depois falar sobre o que sentiram. Penso que este filme pode estimular muitas crianças e jovens a aprenderem a ajudar os outros. E isso está fazendo tanta falta.

Bom filme.

Ana Santos, professora, jornalista



Sinopse: Em busca de seu sonho de se juntar a uma unidade de elite K-9, um soldado estadual se une a um companheiro de baixo nível: Ruby, um cachorro de abrigo inteligente, mas malandro.

Direção: Katt Shea

Elenco: Grant Gustin, Scott Wolf, Kaylah Zander.

Informações e Trailer:


38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page