top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

Lampejos de Poesia


Formas Únicas de Continuidade no Espaço, 1913Umberto Boccioni

“MULHER”

“A mulher caminha a passos largos

na direção do sol               onde ele brilha

em raios fulgurantes        ou suaves

O astro- rei abre a luz e a esconde

                                              no ninho

 

É nessa luz difusa         alternada em vislumbres

Que a mulher caminha e vaga

e lume

 

E volta a caminhar a passos largos

com filhos escanchados na cintura

Ali               bem mais ali ela descansa

espiando os rebentos     fiando ternuras

 

E volta a caminhar a passos largos

pois que dona de si ela já é

importa pouco o que vão pensar dela

se entra e sai na porta ou na janela

Deixa rastros e marcas:

                                          É mulher

 

A trilha trançada das que vieram antes

pegadas

sagradas

sustentam o caminho

                     que sempre aparece

na curva da estrada

guiado por ventos

e um bom passarinho.”

ANNA MIRANDA MIRANDA

 

 

 

“LAMPEJOS”

“Beija meus pés pois que te quero aceso!

Levanta da languidez da preguiça

A ressaca mudou    álcool e amor já não combinam

Agora somos colombina/ pierrot

Viajar nos sonhos é preciso

Viajar no todo incandescente mundo

Vagabundos.... na vida imprecisa

Tateamos no solo abstrato

 

Não precisamos de  nenhum retrato

daquela foto antiga que restou!!

 

Beija meus pés pois que te quero ardente!

Água fervente           cheiro de lavanda

Lavemos o tapete da varanda

 

O vômito/ o esperma....  tantos anos!

 

Agora são carícias preliminares

Alumiando o corpo e seus altares

 

Derrubados na rota em colisão

Somos refeitos em nova combustão.”

ANNA MIRANDA MIRANDA


30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page