top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

“Contra o Gelo”/ “Against the Ice” (Netflix, 2022)


Baseado em fatos reais. Só de pensar nisso assistindo aquele mar de neve, tudo congelado, temperatura acima de -20º, já dá um mal estar terrível. Saber que em algum momento do início do século XX isso aconteceu sem tecnologia é uma forma de exercício do espírito científico ou de loucura ou de extrema coragem.

Muito bem filmado, CONTRA O GELO nos coloca diante da paisagem deserticamente gelada da Groenlândia. Nada além de branco, fome, força de vontade e disciplina. Nada além de silêncios e recordações.

Sim. Em algum momento o filme é meio parado, mas é proposital, creio eu. Tão sem cores que os olhos se cansam. Mas a história, a aventura em si, é sensacional. A proximidade da loucura, as alucinações diante do vazio são extremamente angustiantes e o final é maravilhoso. Fica bem difícil num filme tão denso e sem grandes rupturas de ação não dar spoiler. Mas vale a vastidão branca, o nosso mergulho na aventura, as perguntas interiores, as angústias.

As crianças vão odiar, mas creio que os adultos vão aproveitar demais.

Ana Ribeiro, diretora de cinema, teatro e TV


Impressionante. Mais impressionante ainda por ser baseado numa história verídica. O corpo humano e a mente humana, podem fazer coisas difíceis e extraordinárias. Já tinha lido sobre estas expedições extremamente importantes, do início do século XX, sobre estes homens extraordinários, da sua coragem, visão e tenacidade exemplares. Pessoas que ainda hoje são lembradas, respeitadas e admiradas. Lugares extremamente difíceis que exigiam e exigem difíceis escolhas, difíceis planos e uma resistência sem limites. Viagens que foram determinantes para impedir que alguns países decidissem e se apoderassem dessas regiões. Homens que decidiram, que marcaram épocas e que o que fizeram ainda hoje tem imenso valor geográfico, político e humano no mundo.

O valor da amizade está em nunca desistir das pessoas, em sempre tentar salvá-las, contra tudo, contra todos, incluindo o tempo, o clima e a lógica. Essas amizades podem mudar o mundo. Por outro lado, ter “presente” os que se ama, quando se está em situações muito difíceis de saúde ou inóspitas, é um bálsamo e um porto de abrigo fundamental. Aprendizagens de vida que neste filme são trabalhadas de forma muito bela e discreta.

O filme talvez seja um pouco difícil de ver pela sua lentidão, pela falta de ação, mas a situação era assim mesmo – muitas vezes sem ação. Mas vale todos os minutos. Uma aula de história, de geografia, de esperança, de humanidade.

Ana Santos, professora, jornalista


Sinopse: Dois homens lutam pela sobrevivência durante uma expedição à Groenlândia em busca de um mapa perdido. Baseado em uma história real ocorrida na Dinamarca em 1909.

Direção: Peter Flinth

Elenco: Nikolaj Coster-Waldau, Joe Cole, Heida Reed

Trailer e informações:

48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page