Buscar
  • portalbuglatino

Talvez pela Poesia


Por vezes sem energia

Por vezes sem saída

Por vezes sem resposta

Por vezes perdida

Ai quem sabe? Talvez pela poesia...


1. Poesia indicada pelo Bug Latino


“Retrato do artista quando coisa”


“A maior riqueza

do homem

é sua incompletude.

Nesse ponto

sou abastado.

Palavras que me aceitam

como sou

— eu não aceito.

Não aguento ser apenas

um sujeito que abre

portas, que puxa

válvulas, que olha o

relógio, que compra pão

às 6 da tarde, que vai

lá fora, que aponta lápis,

que vê a uva etc. etc.

Perdoai. Mas eu

preciso ser Outros.

Eu penso

renovar o homem

usando borboletas.”


Manoel de Barros


2. Poesia indicada por Maria Lúcia Levert


"AS PRIMEIRAS MULHERES"


"Primeiro ficaram paradas

sentadas

à entrada das cavernas

a tentarem entender

o Mundo

usando o que à sua volta

existia na face da Terra

Depois começaram

a tomar-domar-dominar

usar o que colhiam

a mudar o que viam

Aquilo que em seu redor

havia

de lua e luar ou banhado de sol

no dúbio crepúsculo do final dos dias

Do voo do cimo das árvores

às planícies ou até à fundura

escusa, misteriosa e límpida

(....)

E quando pariam

os seus gritos calavam

as selvas, as sarças, os cumes

dos montes, das matas sombrias

Os negrumes das noites

as ilhargas dos ventos

no distúrbio dos dias

e tudo à sua volta emudecia."


Maria Teresa Horta


3. Poesia de Teresa Vilaça


“REALIDADE”


“Busco a palavra exata

clara como lucidez

direta como revolta

tranquila como a certeza


Busco as palavras

que circulam

onde a realidade aparece

nos detalhes do dia a dia:

Carestia

Trabalho e emprego

Respeito aos domicílios

Saúde para todos

Outra vida...


Encontro a palavra exata

Organização”


T.Vilaça

Salvador, 30 de janeiro de 2021

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo