top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

Poesia Séria


Dorothea Lange (1895 - 1965)

Se a poesia te faz sorrir

Chorar, ou dormir

Precisas também de entender

Que ela te impede de morrer


“As coisas que andam perdidas”


“As coisas que andam perdidas escaparam

à nossa alçada (por meia hora

um par de dias

a vida inteira). Parecem ter vida própria (as

coisas

desaparecidas) não

aceitaram o excesso que lhes vínhamos a dar –

como os amigos perdidos que fogem à

nossa alçada (por meia hora

um par de dias

a vida inteira). As coisas que achamos no chão

são coisas

perdidas por outros –

o próprio tempo se ocupa de delir sua passagem

(as pegadas à entrada

os dedos no tampo da mesa

o amor a secar

nos lençóis). Os amigos que andam perdidos

deviam voltar de vez

como esses galhos partidos que se atiram a um cão

não como um seixo de praia que se lança

e fica lá.”


João Luis Barreto Guimarães

Prémio Pessoa de 2022


“VERDE,CINZA.”


“Nossa Amazônia é sagrada

mas o Nordeste também

gritou-se a dor da queimada

pra dor da seca não tem

a terra rica é amada

mas pra essa terra arrasada

não ouço a voz de ninguém.”


Guibson Medeiros

45 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page