top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

“Victoria e Mistério”/ “Mystère” (Netflix, 2021)


Bem, eu sou do tipo apaixonada por cachorros. Tive inúmeros – aqueles com cara e jeito de lobo, exatamente como no filme Vitoria e Mistério – com a diferença que os meus PARECIAM lobos e o dela ERA lobo mesmo.

O filme tem cenários inacreditáveis e isso já enche os nossos olhos e imaginação com um mundo simplesmente belo, com uma menina linda e triste. Bem cedo, o vilão fica visível, a gente escolhe um lado e o filme transcorre com caminhos infantis: tem o bom e o mau bem marcadinhos. Eu adoro!

Shanna Keil faz tudo parecer tão simples... uma boa construção nos conduz a mergulhos que não precisam ser com estruturações sofisticadas. As vezes, um olhar, uma tristeza, uma dor são como asas na nossa imaginação. E ela é assim.

Vincent Elbaz é um ator muito inteligente, num papel onde a simplicidade das ações – ser pai, por exemplo – geram inúmeros sentimentos no espectador e todos muito diretos e intensos. Até o amor dos dois é direto e intenso e isso é muito difícil de se construir de maneira sólida e quando acontece é indescritível.

Protagonista, o lobo Mystère ocupa espaço na cena, tanto quanto sua alcateia e sua mãe. Incrível.

Roteiro tem amarrações infantis, mas me descansa não ter longas voltas para amar o protagonista. Assim, VITÓRIA E MISTÉRIO ganharam meu coração, os humanos bem rapidamente ficaram sendo desprezíveis e Mystère e Vitória viraram meus heróis imediatamente.

Vale convidar os pequenos, se amontoarem na cama e aproveitarem a capacidade de amar entre crianças e lobos. Acho que no final do filme, sem pensarmos em grandes premiações, nossos corações serão o prêmio de luxo. Afinal, todos merecemos um dia de folga de problemas, certo?

Ana Ribeiro, diretora de cinema, teatro e TV


Uma família fofa. Um luto. Um ano sabático para acompanhar o melhor possível o luto da filha pequena. Um lugar diferente, com surpresas boas, surpresas menos boas, mas muita aprendizagem. Um pai incrível, um tio igualmente incrível. Uma menina que cresce na natureza, na vida – e que atriz é essa menina!

Aí vem uma loba, uma apaixonante loba. E juntamente todas as questões ambientais, todo o amor que cresce nos humanos, quando têm a sorte de conhecer e conviver com lobos, e toda a dor de uma mãe loba.

O filme é encantador. As paisagens soberbas, as casas fascinantes, o modo de vida muito atraente. Baseado numa história real, com pais que amam seus filhos e cuidam deles. Com o exemplo de uma menina que apesar da perda duríssima se tornou numa menina madura, equilibrada e feliz.

Bons atores, um roteiro que nos deixa presos ao filme. Excelente para ver com toda a família, com conversa boa no final com as crianças. Tem muito assunto bom para um bate papo.

Ana Santos, professora, jornalista


Sinopse: Victoria, uma menina de 8 anos cuja mãe acaba de morrer, muda-se com o seu pai para uma pequena aldeia na montanha. Ela encontra alívio ao adotar um cachorro de origem desconhecida de uma quinta isolada.

Direção: Denis Imbert

Elenco: Vincent Elbaz, Shanna Keil, Marie Gillain.

Informações e Trailer:


32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page