Buscar
  • portalbuglatino

A Poesia da Natureza


Somos natureza, somos nuvem, somos duna. Sempre em movimento. Seremos nada antes de ser tudo.


1. Poesia indicada pelo Bug Latino


“Retrato”


“Eu não tinha este rosto de hoje,

Assim calmo, assim triste, assim magro,

Nem estes olhos tão vazios,

Nem o lábio amargo.


Eu não tinha estas mãos sem força,

Tão paradas e frias e mortas;

Eu não tinha este coração

Que nem se mostra.


Eu não dei por esta mudança,

Tão simples, tão certa, tão fácil:

— Em que espelho ficou perdida

a minha face?”


Cecília Meireles

Brasil


2. Poesia indicada por Maria Lúcia Levert


“A NUVEM E A DUNA” (Praia da Gamboa)


“Amiga Nuvem.

Que lindas formas que tem

sempre em franco movimento,

moldadas ao sabor do vento

mesmo de fraca intensidade.

Invejo a sua liberdade.

Ninguém a pode reter

nem a pode controlar.

Quando em branca formação

compacta, como algodão,

sobre o azul ou verde mar

nada a pode igualar

nessa tão simples beleza.

É filha da Natureza

mas vive independente

sempre em companhia do vento

seu eterno namorado.

É verdade, amiga Duna.

Ser livre é ter fortuna

mas de mim não tenha inveja.

É a si que o Mar beija

quando se sente agitado,

vivo, apaixonado

arrastando-a com ele

para o seu leito secreto,

mantendo-a sempre por perto.

Ora a leva, ora a traz

numa carícia constante

deixando-a no entanto

a repousar

quando desce, à baixa mar.

Mas assim que a maré sobe

aí ressurge, pujante e nobre

para a resgatar

Tanto a Duna, como eu,

uma na terra e outra no céu

somos donas de fortuna .

Noivas do Mar e do Vento

seremos eternamente

a sua Nuvem e a sua Duna.”


Helena Marcão

Portugal

53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ESPERAMOS SEU CONTATO

+55 71 99960-2226

+55 71 99163-2226

portalbuglatino@gmail.com

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Instagram - White Circle