SANYASSIN

SANYASSIN

 

Tenho mágoa de ser estrangeiro

a todos os povos.

Não sinto raízes.

Não tenho sotaque.

Nenhum canto

é o canto da minha terra.

 

 

A solidão é o preço

da minha liberdade;

o preço do andar sem compromisso

desejando um deus por companheiro.

A face evanescente da verdade,

miragem de um vazio absoluto,

é minha, por direito de conquista.

 

 

Caminho nos caminhos sempre iguais

do mundo que é dos outros.

E a saudade imensa e pervasiva

de um lar que não é o meu

é o sintoma frágil, pequenino,

da nostalgia do Nada.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

September 18, 2019

September 16, 2019

August 13, 2019

July 2, 2019

May 22, 2019

January 20, 2019

January 16, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square