Não é muito fácil falar de si sobretudo quando já se tem 82 anos…mas talvez por isso mesmo vou me aventurar a entrar um pouco na minha vida  e no meu interior para vos falar do que sou e do que sinto…

Sou e sempre fui uma pessoa muito humana e nunca me demorei muito tempo a analisar-me nem a julgar-me e, muito menos a julgar os outros…

Gosto das pessoas, sem reparar em sexos, idades, origens ou ideologias. Amo o convívio sem escolher e sempre fui muito social. Quando fico muito tempo sem ver pessoas, sinto-me vazia, falta-me o calor humano e por isso prezo muito a família e os amigos… E, se não posso contactá-los fisicamente, sou uma grande adepta do telefone e ultimamente também doutras redes sociais.

Preocupam-me os problemas humanos, dos meus familiares e amigos e dos outros também… Sempre procurei ser útil e ajudar os outros constitui para mim um prazer sem espera de resposta.

Estou integrada num grupo da Amnistia Internacional e os problemas que assolam o mundo e sobretudo o não respeito dos direitos humanos tão presente em tantos países e regiões  preocupam-me fortemente.

Mantenho uma outra actividade que me dá muito prazer: faço uma emissão de rádio bilingue que se chama « Voz de Portugal », há já 30 anos, mas mensalmente e escrevo para o jornal bimestral, o INFOLUSO, da ACPS (Associação Cultural Portuguesa de Strasbourg), pelo menos o meu « Cantinho da Língua » que prezo muito.

Por outro lado, e como já disse antes, adoro o convívio e como tenho um excelente círculo de amigos, de todas as idades e origens, sinto-me confortada e encontro muitas vezes a ocasião de ser útil, aliás sou por vezes solicitada como conselheira… Eu penso que herdei isto de alguém… O meu pai era muitas vezes apelado a intervir junto dos amigos e familiares…

Tenho dois netos que adoro e gosto muito de os ter comigo, de vez em quando. São as minhas « coisinhas lindas » como lhes chamo.

Gosto de sair, mas não sozinha, e nunca recuso um convite para o fazer, quando não sou eu a propôr… Amo a música, a leitura, ficar em casa e tratar das minhas plantas mas não consigo ficar muito tempo sem uma actividade social… Penso que é assim que me sinto bem e esqueço a minha idade e os meus problemas de saúde, sobretudo de ordem ortopédica…

Sou muito positiva e penso sempre que a vida nunca é só complicada ou difícil, cabe-nos a nós reagir e procurar a felicidade…

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

September 18, 2019

September 16, 2019

August 13, 2019

July 2, 2019

May 22, 2019

January 20, 2019

January 16, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square