Buscar
  • portalbuglatino

Poesia inevitável


Desejar não é ter. Desejar, demonstrar vontade, não desistir, ajuda muito a obter nossos desejos. Muitos poemas denunciam nossa timidez, passividade, aceitação do inevitável. Só existe uma vida para cada um. Torne o inevitável o mais próximo do seu desejo.


1. Poesia indicada pelo Bug Latino


“Timidez”


“Basta-me um pequeno gesto,

feito de longe e de leve,

para que venhas comigo

e eu para sempre te leve…


- mas só esse eu não farei.


Uma palavra caída

das montanhas dos instantes

desmancha todos os mares

e une as terras mais distantes…


- palavra que não direi.


Para que tu me adivinhes,

entre os ventos taciturnos,

apago meus pensamentos,

ponho vestidos noturnos,


- que amargamente inventei.


E, enquanto não me descobres,

os mundos vão navegando

nos ares certos do tempo,

até não se sabe quando…


e um dia me acabarei.”


Cecília Meireles


2. Poesia indicada por Maria Lúcia Levert


Súplica


"Agora que o silêncio é um mar sem ondas,

E que nele posso navegar sem rumo,

Não respondas

Às urgentes perguntas

Que te fiz.

Deixa-me ser feliz

Assim,

Já tão longe de ti como de mim.

Perde-se a vida a desejá-la tanto.

Só soubemos sofrer, enquanto

O nosso amor

Durou.

Mas o tempo passou,

Há calmaria...

Não perturbes a paz que me foi dada.

Ouvir de novo a tua voz seria

Matar a sede com água salgada."


Miguel Torga

50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo