Buscar
  • portalbuglatino

"Poesia e o que é"


O que é e o que achamos que é. A coragem que temos para fazer o que é bom para a nossa vida. E o que sentimos. E o que somos capazes. E o que acontece.


1. Poesia indicada por Bug Latino


“A palavra Minas”


“Minas não é palavra montanhosa

É palavra abissal

Minas é dentro e fundo

As montanhas escondem o que é Minas.

No alto mais celeste, subterrânea,

é galeria vertical varando o ferro

para chegar ninguém sabe onde.

Ninguém sabe Minas. A pedra

o buriti

a carranca

o nevoeiro

o raio

selam a verdade primeira,

sepultada em eras geológicas de sonho.

Só mineiros sabem.

E não dizem nem a si mesmos o

irrevelável segredo

chamado Minas.”


Carlos Drummond de Andrade


2. Poesia indicada por Maria Lúcia Levert


“VINHA DIZER ADEUS”


"Vinha dizer adeus, mas reparei

Que na faia do pátio era Setembro

Vinha dizer adeus, mas encontrei

Um livro na cadeira do alpendre


Vinha dizer adeus, mas as maçãs

Estavam no forno a assar e esse cheiro

Fez-me parar na porta das manhãs

A relembrar o nosso amor inteiro


Vinha dizer adeus, mas o teu cão

Veio lamber-me os dedos hesitantes

Vinha dizer adeus, mas vi no chão

A manta, ao pé do lume, como dantes


Vinha dizer adeus, mas senti fome

Ao ver a mesa posta para dois

Dálias e o guardanapo com o meu nome

Sem ter havido antes nem depois


Vinha dizer adeus, mas que surpresa

Apassionata... o último andamento

Como se tu tivesses a certeza

Que eu ia chegar nesse momento


Vinha dizer adeus, mas nesse olhar

Vi tanta solidão, tantos abraços

Tantas amendoeiras ao luar

Que me escondi, chorando nos teus braços


Vinha dizer que já não estou contigo

Que este amor singular já não é nosso

Vinha dizer adeus, mas já não digo

Vinha dizer adeus, mas já não posso!"


ROSA LOBATO DE FARIA

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo