top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

Poesia do Eco e das Mãos


Diana Markosian é uma artista americana de ascendência armênia que trabalha como fotógrafa documental, escritora e cineasta.

“Filhos da época”


“Somos filhos da época

e a época é política.


Todas as tuas, nossas, vossas coisas

diurnas e noturnas,

são coisas políticas.


Querendo ou não querendo,

teus genes têm um passado político,

tua pele, um matiz político,

teus olhos, um aspecto político.


O que você diz tem ressonância,

o que silencia tem um eco

de um jeito ou de outro político.


Até caminhando e cantando a canção

você dá passos políticos

sobre um solo político.


Versos apolíticos também são políticos,

e no alto a lua ilumina

com um brilho já pouco lunar.

Ser ou não ser, eis a questão.

Qual questão, me dirão.

Uma questão política.


Não precisa nem mesmo ser gente

para ter significado político.

Basta ser petróleo bruto,

ração concentrada ou matéria reciclável.

Ou mesa de conferência cuja forma

se discuta por meses a fio:

deve-se arbitrar sobre a vida e a morte

numa mesa redonda ou quadrada.


Enquanto isso matavam-se os homens,

morriam os animais,

ardiam as casas,

ficavam ermos os campos,

como em épocas passadas

e menos políticas.”

Wislawa Szymborska

escritora polonesa ganhadora do Prémio Nobel de literatura em 1996. Poeta, crítica literária e tradutora, viveu em Cracóvia


“Gosto de ver as minhas mãos

sonhar contigo,

sonhar os meandros

mais secretos

do teu corpo

floresta e armadilha,

fonte e bramido


Gosto de ver as minhas mãos

sonhar contigo,

entrelaçadas, adormecidas,

recriando o peito,

as espáduas, o ventre,

as coxas, o sexo,

Amazônia interior


Gosto de ver as minhas mãos

sonhar contigo,

por vezes um único dedo

desenha no ar

os olhos, a boca, o cabelo,

estrela negra

que só eu conheço

Gosto de ver as minhas mãos

sonhar contigo,

sonhar esta travessia do espelho

de reflexos infindos

que é a minha recordação de ti.

Aliás, que outra coisa

podem elas fazer?”

Isabel Meyrelles

escultora e poetisa surrealista portuguesa.

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page