Buscar
  • portalbuglatino

Poesia da Esperança


Desejar, sonhar, querer, persistir, imaginar

Seja quem for, seja onde for

Todos desejamos o mesmo

Todos temos esse direito


1. Poesia indicada pelo Bug Latino


“Esperança”


“Não tenho boa sina, nem a liberdade

Somente ficou uma esperança:

Esperança de voltar à minha Ucrânia,

Olhar mais uma vez para a querida terra,

Mais uma vez mirar o vasto Dniper, –

Lá viver ou morrer, a mim é indiferente;

Olhar as estepes, os montes,

Pela última vez recordar as reflexões ardentes…

Não tenho boa sina nem a liberdade,

Somente ficou uma esperança.”


Lesia Ukrainka

“Esperança”, Primeira poesia, escrita aos nove anos de idade

Ucraniana (1871-1913)


2. Poesia indicada por Maria Lúcia Levert


“Amei-te sem saberes”


“Amei-te sem saberes

No avesso das palavras

na contrária face

da minha solidão

eu te amei

e acariciei

o teu imperceptível crescer

como carne da lua

nos nocturnos lábios entreabertos


E amei-te sem saberes

amei-te sem o saber

amando de te procurar

amando de te inventar


No contorno do fogo

desenhei o teu rosto

e para te reconhecer

mudei de corpo

troquei de noites

juntei crepúsculo e alvorada


Para me acostumar

à tua intermitente ausência

ensinei às timbilas


a espera do silêncio”


Mia Couto

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo