top of page
Buscar
  • Foto do escritorportalbuglatino

“Já Fui Famoso” / “I Used to Be Famous” (Netflix, 2022)


A música também tem seu chamado, como qualquer arte e ela é irresistível. Em JÁ FUI FAMOSO, um encontro inesperado entre um “ex-famoso” e um “estranho músico” criam uma trama refrescante, talvez um pouco adolescente, mas pra mim, irresistível.

O som, o ritmo, a habilidade dos dois atores: Ed Skrein e Leo Long, nos conduzem com delicadeza no mundo ao redor do espectro autista e da frustração. Parece um drama, mas na verdade é leve e emocionante exatamente porque, diante da possibilidade de mergulhar em vazios e desgraças humanas, nos conduz a um voo pela música, inspiração e ritmo.

Claro, nada que pudesse, em 2022 quando foi filmado, ambicionar um Oscar, mas a arte não vive só de premiações, penso eu. As cenas de drama sempre têm ao seu redor as mãos de Eleanor Matsuura e com Ed ou Leo, o rendimento dramático é muito bom.

Sem esperar por uma obra prima inesquecível, mas eu amei assistir e super indico pra toda a família. Contorna assuntos sempre exploráveis como relações familiares e com lugares comuns dos erros que as pessoas no poder cometem, qualquer que seja a posição que elas ocupem.

O final é lindo, arrepiante, você se emociona com o belo e isso é lindo também. Vale ver e comentar.

Ana Ribeiro, diretora de cinema, teatro e TV


Um filme sem grandes produções, simples mas interessante de assistir. Para quem já foi famoso, muito ou pouco famoso, é um filme obrigatório. E para quem cegamente luta por fama, imperdível. O mundo e a vida são tão incríveis vivendo uma vida tranquila que não se entende como tantas pessoas no mundo desejam, lutam, fazem qualquer coisa para serem famosas, sendo que a fama traz imensa carga negativa, imensa hipocrisia, uma vida de faz de conta.

No filme vemos uma forma de sofrimento após a fama. No filme a situação até é bem serena. Deve ter por aí muitas pessoas sofrendo muito mais. Um sofrimento embrulhado em muita humilhação, vergonha, falta de capacidade de integração no mundo do trabalho para pessoas comuns. Um cara que fez muito sucesso numa boys band e que quando essa banda terminou não conseguia trabalhos dignos. Nada. As alternativas pareciam fechadas até que, como na vida, quando tudo parece sem solução sempre aparece uma possibilidade, no lugar e com as pessoas menos esperadas. E a partir daí vemos beleza, entusiasmo, amor e honestidade. Acontece que o mundo da fama quando te vê levantar de novo vai em busca de você, para te sugar de novo. E chega o momento em que você precisa decidir se vai repetir tudo de novo, atraído pelas “guloseimas” ou se vai escolher o amor, a realidade, a convivência com pessoas de verdade. É bonito e se tiver adolescentes por perto, veja com eles também. Bom filme.

Ana Santos, professora, jornalista


Sinopse: Siga Vince, um ex-astro pop desesperado que sonha em voltar. Uma improvisada sessão de "jam" com o jovem baterista autista Stevie desencadeia uma inesperada amizade entre os dois músicos incompreendidos.

Direção: Eddie Sternberg

Elenco: Ed Skrein, Eleanor Matsuura, Leo Long.

Trailer e informações:

46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page